Terça-feira, 4 de Março de 2008
Raid BTT Serra & Sal - Rio Maior

 

 FANTASTICO, ESPECTACULAR

 

Esta é a melhor descrição que se pode fazer deste raid, com nota máxima em todos os aspectos. Percurso muito agradável, com dificuldade física e técnica de nível elevado, extremamente bem marcado e sinalizado, apoio da organização em todos os pontos críticos, o abastecimento com variedade e quantidade, uma organização de alto nível (para o meu amigo Armando, responsável pela marcação do percurso os meus parabéns). Da refeição nada há a apontar, uma vez que esta foi digerida na Feira das Tasquinhas, com muita escolha e qualidade. A senha refeição distribuída a cada elemento, pela organização foi suficiente.

ESTE É UM EVENTO PARA REPETIR A NOSSA PRESENÇA.

 

Quanto aos Tricofaites, que marcaram presença em mais um acontecimento de BTT, passaram por algumas dificuldades, com alguns elementos (principalmente aqueles que se têm baldado aos treinos dos domingos de manhã) a acusarem falta de pernas. Curiosamente, e ao contrário do que é hábito, acabamos de nos encontrar quase todos no abastecimento, que ficava no fim de uma duríssima subida de 2 km na serra dos Candeeiros, a meio do percurso. A partir daí seria sempre a descer…. Bem, quase, mas o desgaste já estava acumulado, com Mendonça e o Leitão (habituados a chegar mais cedo) a perderem as pernas e a ficarem um pouco mais para trás.

 

Esta foi a equipa que teve a coragem de se deslocar a Rio Maior:

 

Nuno Mendonça                    Luís Mila                                          José Leitão

 

 

         

  Renato Luís                                  João Botas                                   Nuno Duarte

 

 

  Luís Bucha e um Amigo

 

 

Desta feita não houve quaisquer problemas de maior, sem quedas e sem avarias mecânicas, apenas o Mendonça teve algumas dificuldades uma vez que ainda recupera da mão, resultado da queda da última maratona.

No fim a satisfação era geral, apesar de muito cansados, o pensamento centrava-se agora na Feira das Tasquinhas.

 

 A ansiedade antes da partida                                                                        a e a mascara de esforço do Leitão

 

A fome e a sede era muita, a escolha enorme, mas, acompanhados pelos amigos do Botas do Outeiro da Cortiçada, acabamos por ser recebidos por eles na tasca da sua terra, onde fomos bem servidos, com os belos petiscos da sua região, com um excelente convívio, a fazer lembrar as terceiras partes dos jogos dos veteranos.

Dia 16 de Março, teremos a oportunidade de retribuir, no Raid de Santarém.

 

 

Confraternização na Tasquinha do Outeiro da Cortiçada

 

Aqui planeia-se as próximas maratonas                                é disto que o meu povo gosta....

 

É necessário repor os liquidos perdidos

 

O Mila a dizer que ainda estava vivo                                  Os Amigos do Outeiro da Cortiçada

 

Mais reportagens desta prova aqui:

 - Blog do Bolha

 - BTT do Botas


tags:

publicado por tricofaites às 13:04
link do post | comentar | favorito
|

Mais sobre Mim
Pesquisar neste Blog
 
Links
Arquivos

Outubro 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Novembro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

tags

todas as tags

Participar

Participe neste Blog

blogs SAPO